segunda-feira, 4 de junho de 2012

Tradição exótica do Oriente Médio: Corrida de camelos


Você já ouviu falar em Corridas de camelos? Ontem eu assisti pela primeira vez uma corrida de camelos, que foi transmitida por uma emissora local. A corrida aconteceu em Abu-dhabi, no famoso Al Dhafra Camel Festival, que ocorre uma vez por ano. Em geral camelos e/ou dromedários, são utilizados como um meio de transporte e são criados para fornecer sua carne, leite e peles. Mas, a corrida de camelos é tão antiga quanto a sua própria história. Aqui na Península Arábica, o habitat natural do dromedário, ela é conhecida até pelo menos o período pré-islâmico. Embora tradicionalmente ofuscada pela corrida de cavalos, já que a região é também o lar do cavalo árabe, a corrida de camelos foi um esporte muito popular praticado pela população local em reuniões sociais e festas.



Abu-dhabi-camel-festival

O festival, que inclui participantes de toda a região do Golfo, inclui um concurso de beleza de camelos, uma exposição de artesanato dos Emirados Árabes Unidos e outras actividades destinadas a promover o folclore do país.
Esta tradição de competição totalmente improvisada e informal, continuou na Arábia e em outras regiões, até as três últimas décadas do século 20, quando a população começou a organizar as corridas de camelos e foi então que ela se tornou um esporte formal e com regras, semelhante ao estabelecido para a corrida de cavalos puro-sangue. Organizações foram estabelecidas para governar e controlar os eventos de corridas de camelos e formular normas e regulamentos. Em países diversos como Quênia, Sudão, Egito, Índia e Austrália, mas particularmente nos países árabes do Oriente Médio, o esporte tornou-se extremamente popular.

Camelos são agora especialmente criados para a pista, usando métodos cuidadosamente controlados de reprodução, nutrição, treinamento e até mesmo Inseminação artificial. Nos Emirados Árabes Unidos, que é o centro das corridas de camelo no Oriente Médio, métodos de treino são sofisticados, os animais trabalham em esteiras e em piscinas próprias. O governo local incentiva programas de melhoramento e fornece subsídios para os proprietários e criadores de camelos. Um camelo de corrida bem-educado com um excelente histórico pode ser vendido por um preço bem elevado.

12 comentários:

  1. Corrida de camelos: esporte exótico e tradicional na Península Arábica.

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante, e exótico.Acho muito bacana eles cultuarem a tradição, e agora usando métodos modernos...esteiras e piscina...
    Adoro ler suas matérias, bem escritas, e claras, de um jeito gostoso de se ler!!!
    Parabens!!!!
    beijo
    mama

    ResponderExcluir
  3. Muito bom Lí, sempre aprendemos um pouco mais sobre essa região tão misteriosa no seu blog... Adorei!

    Beijoca, Tati

    ResponderExcluir
  4. Muito legal e diferente. Tenho acompanhado seu blog a algum tempo. Vou me casar com um árabe aí da Arábia Saudita mesmo, por isso gosto de ler tudo q vc escreve. Espero um dia conseguir visto para morar aí, pq é muito difícil de se conseguir. Vc gosta de viver aí?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI vc poderia me enviar um e-mail....estou na mesma situação que vc.....fabsbatista@gmail.com....seria ótimo ter alguém pra conversar!!!! Obrigada

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Não a perderei ao visitar Dubai e de quebra quero levar uns dinares em aposta!!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Sou brasileira e achei o teu blog quando procurava informações sobre brasileiros na Arábia Saudita.
    Posso conversar com você por email?

    Adorei o seu blog
    :*

    ResponderExcluir
  9. Sou escritora e estou pesquisando sobre a Arabia Saudita. Na verdade pretendo escrever sobre brasileiros na A.S. Encontrei o site Abaya Brasil e muito me interessou. Estou a procura do email da pessoa que o escreve. Quero fazer uma entrevista com você, mas o perfil do blog pouco consta (não sei seu nome, por exemplo) Agora, se preferir se manter anônima, não é problema, basta me enviar o seu email para que eu possa manter contato e fazer as entrevistas para dar curso ao meu novo livro. Pode me enviar seu email? Ficarei muito grata. Peço também que entre no meu blog para conhecer o meu trabalho e ai ficará mais tranquila de se comunicar comigo. É staelgontijo.blogspot Um abraço e grata pela ajuda que puder me dar.

    ResponderExcluir
  10. A paz de Cristo,gostaria de indicar meu blog:willian bugiga e o site:www.convertidos.com.br.
    A paz de Cristo.

    ResponderExcluir